Começou o recall do Ford Fusion divulgado há três meses


Na última quinta- feira, dia 26 de setembro, teve início o recall do carro Fusion, o qual havia sido anunciado pela Ford há mais de três meses e envolve a troca de um item do câmbio.


No dia 31 de maio de 2019, a Ford anunciou a necessidade de recall dos modelos 2013, 2014 e 2016 do Fusion, porém, somente nesta última quinta-feira, dia 26 de setembro, a empresa liberou estes veículos para recall. A necessidade é de trocar a bucha do cabo seletor de marchas do câmbio automático.

Quando a Ford fez o anúncio do recall, a empresa apenas alertou aos motoristas que sempre acionassem o freio de estacionamento quando parassem o carro e, na época, não convocou os veículos porque a marca ainda não sabia como realizar o reparo necessário. Os modelos que precisam deste recall tem uma bucha que pode se deteriorar com o tempo e, assim, impossibilitar o cabo seletor de mover a transmissão para a posição certa.

Desta forma, há chances do carro se movimentar de forma involuntária quando o condutor colocar a alavanca na posição “P”, sem acionar o freio de estacionamento. O tempo estimado para realizar o serviço é de 40 minutos.