Como funciona o câmbio CVT?

A Transmissão Continuamente Variável, CVT, é uma das transmissões existentes para os automóveis, sendo que as mais utilizadas são a transmissão mecânica e a automática.


A transmissão é o conjunto dos componentes que transmitem a força que o motor produz para as rodas do veículo. Este sistema inclui a embreagem, câmbio, árvore de transmissão, juntas universais, redução do eixo motriz, diferencial, semi-árvores de transmissão e ponta de eixo. O tipo de transmissão CVT teve o início de seu desenvolvimento a mais de 50 anos atrás e é considerado o mais moderno, já que oferece uma condução bastante suave. Antigamente, só os automóveis mais caros possuíam o CVT, porém, atualmente, já há esta opção para alguns carros compactos, como, por exemplo, alguns das marcas Honda, Subaru, Toyota, Mitsubishi e Nissan.

Ao invés de trabalhar com a engrenagem, o CVT utiliza as correias e polias, as quais são comandadas por um computador de bordo. Com esta transmissão o motor funciona de forma uniforme, o que possibilita um menor gasto de combustível, além de oferecer outras vantagens, como o baixo ruído, menor vibração, desgaste menor dos itens do sistema e mais precisão. Entretanto, a forma como o motorista utiliza o CVT é que define sua vida útil, já que se o condutor apertar e soltar o pedal muitas vezes, de forma desnecessária, a temperatura do sistema aumenta e seu desgaste acontece mais rapidamente.


Você precisa de ajuda para regularizar o documento de seu veículo? Recebeu uma notificação de infração de trânsito (multa) e e deseja recorrer? Então você precisa de um Despachante Online. Conheça nossos serviços. Saiba mais.

Este site divulga conteúdos baseados em informações do Detran de seus respectivos Estados, e facilitando a vida do cidadão com informações sobre Multas, IPVA, CNH, Agendamentos, além de dicas sobre o trânsito e concursos públicos promovidos pelo órgão.

Dessa maneira, estamos à disposição do cidadão brasileiro para oferecer informações, e que esta se reverta em facilidades.