Crash-test do Latin NCAP reprova Chery Tiggo 3


O SUV Chery Tiggo 3, que foi comercializado no Brasil até o ano de 2015, reprovou no crash-test do Latin NCAP, tirando nota zero na avaliação de proteção para adultos.


O Chery Tiggo 3 foi reestilizado e passou por testes do Latin NCAP, porém, zerou na proteção de segurança para adultos, mesmo possuindo dois airbags de série. Já na avaliação de proteção para crianças, o resultado foi de uma estrela, apenas porque os números dos resultados foram aceitáveis para o dummie que representa uma criança de um ano e meio, pois quando o teste foi simulado com uma criança maior, de três anos, o dummie encostou a cabeça no banco da frente, o que tira pontos do desempenho do veículo.

De acordo com o NCAP, a Chery não recomenda que seja utilizado o SRI  (Sistema de Retenção Infantil), desta forma, o veículo zerou, de maneira automática, no teste dinâmico de impacto para crianças. Além do Tiggo 3 não possuir Isofix, equipamento que usa ganchos ligados na estrutura do carro e que fixa a cadeirinha com mais rigidez, e não permitir que o airbag do passageiro seja desativado.