Mudanças para tirar a Carteira Nacional de Habilitação


No dia 13 de junho foram definidas duas alterações para quem deseja tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), veja abaixo quais são estas decisões:


Quem precisa ou quer tirar sua CNH está com mais facilidades, já que no dia 13 de junho de 2019 foram decididas, pelo governo, duas alterações para este momento: não é mais obrigatório o uso de simuladores e a carga horária das aulas práticas diminuíram de 25 para 20 horas, segundo anunciado pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

Esta decisão foi tomada depois de uma reunião do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e, de acordo com o ministro, o objetivo da medida é diminuir a burocracia existente no processo de retirada da CNH. Além de reduzir o valor cobrado pelas autoescolas, que terão uma redução média de 15% do valor, porém, esta economia não terá obrigação de ser repassada. Atualmente, o valor aproximado de custo para tirar a CNH é de 2 a 3 mil reais, caso as empresas repassem a economia prevista, os preços podem diminuir 300 a 450 reais.

As novas regras deverão ser implementadas em até 90 dias pelos centros de formação. Quanto aos alunos que decidirem utilizar o simulador, estes deverão cumprir 15 horas de aulas práticas e 5 horas no equipamento, enquanto os outros alunos deverão cumprir a carga horária de 20 horas em aulas práticas.