Primeiro território brasileiro que proíbe carros a combustão é Fernando de Noronha


A partir do ano de 2022 será proibida a entrada de veículos poluentes na ilha Fernando de Noronha. Os carros que já circulam no local terão até 2030 para serem eliminados.


O primeiro território brasileiro a proibir a entrada de carros movidos à combustão será Fernando de Noronha, de acordo com um decreto-lei assinado pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara, recentemente. Segundo este documento, a proibição da entrada de veículos que emitem dióxido de carbono acontecerá a partir do dia 10 de agosto de 2022, desta forma, modelos híbridos também não poderão entrar na ilha.

Já os automóveis comerciais, abastecidos com gasolina, etanol ou diesel, deverão sair de circulação em Fernando de Noronha até o ano de 2030. Além destas proibições, também será regulamentada a entrada, saída e permanência na ilha de veículos elétricos, sendo definidas normas para a venda e utilização dos automóveis dentro de Noronha. No início, o governo do Estado disponibilizará 130 autorizações para a compra de carros elétricos. Enquanto isso, a administração da ilha firmou uma parceria com a Renault e, assim, a empresa disponibilizou para uso oficial três Zoe, dois Twizy e um Kangoo Z.E., veículos da marca que são 100% elétricos.