Tipos de sistemas de exaustão automotivos


São cinco os tipos existentes de sistemas de exaustão ou escapamento automotivo, os quais têm como principal trabalho eliminar os gases produzidos pela queima nos cilindros.


Os sistemas de exaustão devem conduzir os gases resultantes da queima nos cilindros, filtrados, para evitar tanta poluição, e com a função de diminuir o barulho do motor e de não permitir que os gases tóxicos entrem no veículo. Estes sistemas possuem peças que são conectadas pelos tubos de escape, localizadas entre o motor e as ponteiras do automóvel.

Atualmente, são cinco os principais tipos de sistemas de exaustão: o sistema de exaustão de saída única, que a maioria dos carros possui, pois é simples e barato para fabricar e instalar, porém, perde na eficiência comparando com outros sistemas; sistema de exaustão de saída dupla traseira, localizado embaixo do para-choque traseiro, é mais eficiente e altera o som dos gases de escape; sistema de exaustão de saída dupla oposta, que possui o tubo com maior comprimento para contornar a roda e melhorar o processo de filtragem; saída de escape dupla lateral, o qual oferece uma eliminação de gases mais eficiente e melhor funcionamento do motor; e o sistema de exaustão de alta performance, que é reforçado, mais caro e tem uma instalação mais difícil.