Vantagens e desvantagens dos carros elétricos


No mercado automotivo, um dos assuntos mais discutidos nos últimos tempos é sobre os carros elétricos e, uma das perguntas mais frequentes é: será que os carros elétricos, realmente, só oferecem vantagens?


De acordo com uma pesquisa realizada pela marca Nissan, 80% dos consumidores comprariam um carro elétrico, caso o automóvel tivesse um valor mais acessível ou, pelo menos, um preço parecido com os veículos tradicionais. Nas feiras e salões automotivos que acontecem em todo o mundo os carros elétricos tem marcado presença, como, por exemplo, na Feira de Tecnologia CES 2018.

Os carros elétricos, como muito citado, possuem muitas vantagens, como, por exemplo, proporcionar a redução da poluição urbana e sonora, já que o veículo possui um motor que não faz barulho e não solta fumaça. A poluição gerada pelos veículos elétricos acontece, principalmente, no momento de ser produzido, por causa das suas baterias, porém, o tempo de vida útil do carro compensa a quantidade de poluentes liberados para sua fabricação. O desempenho dos automóveis elétricos também é superior aos veículos tradicionais, o valor gasto por quilômetro rodado é menor, já que a eletricidade é mais barata que combustíveis, além destes veículos custarem menos nas manutenções e consertos.

Quanto às desvantagens, uma delas é o alto valor cobrado pelos veículos elétricos, mas isso é algo que os fabricantes já estão tentando resolver, diminuindo seus custos para poder comercializar os automóveis com um melhor preço. A baixa autonomia também é um problema, já que um veículo 100% elétrico não conseguiria fazer viagens longas, pois nas estradas ainda não há paradas para recargas. E, outra desvantagem é quanto à reciclagem das baterias de lítio utilizadas nestes automóveis, pois, atualmente, apenas um terço do valor destas baterias pode ser recuperado. Além de, ainda, não existir muitas oficinas para o conserto dos carros elétricos.